JESUS E A FAMÍLIA

JESUS E A FAMÍLIA

30 de janeiro de 2020 Juventude 0

Os irmãos de sangue de Jesus não o entendiam. Eles acreditavam que as atitudes e os ensinamentos de Cristo eram algo estranho, bizarro mesmo, pois Jesus falava em amor, fraternidade e perdão! Dentro de sua família, os únicos que entendiam as palavras do Mestre era sua mãe Maria e seu pai José.

Um dia, Jesus ensinava o amor na casa de um amigo e uma grande multidão cercou o local para ouvir as suas palavras. Os irmãos de Jesus, ao saberem que ele estava próximo, se dirigiram para o local, acompanhados de Maria. Mas a casa estava tão cheia que não conseguiram entrar. Um dos ouvintes, sabendo quem eles eram, conseguiu chegar até Jesus e disse-lhe que sua mãe e seus irmãos estavam do lado de fora, aguardando-o.

Jesus respondeu-lhe com uma frase que encerra um profundo ensinamento sobre os laços espirituais que formam uma família. Ele disse: “Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?“ e apontando para as pessoas que estavam ao seu redor, arrematou: “Todo aquele que faz a vontade de Deus, este é meu irmão, minha irmã, minha mãe”.

Maria e seus irmãos ouviram esse ensinamento. Maria compreendeu de imediato a profundidade da lição e deu um leve sorriso, aquele sorriso de mãe satisfeita com a inteligência de seu filho. Mas os irmãos de sangue não entenderam. Para eles, Jesus negou-os, preferindo os amigos aos laços de sangue.

Coube a Maria, após voltarem para casa, explicar-lhes o ensinamento de Jesus. Ela esclareceu que Jesus quis dizer que uma família não é formada apenas pelos laços de sangue, mas também pelos laços espirituais de amor, carinho e respeito, sentimentos esses que nem sempre existem em uma família de sangue.

A História da humanidade está cheia de exemplos de pais e mães que abandonam seus filhos, filhos que assassinam seus pais, irmãos que se digladiam. Mas a História também está cheia de exemplos de pessoas que não possuem nenhum laço de sangue e que mesmo assim formam verdadeiras famílias, onde o respeito, o amor, a cumplicidade e o companheirismo estão sempre presentes.

Família é um agrupamento de pessoas unidas em que uma ajuda à outra em suas necessidades físicas, emocionais e espirituais para que todos cresçam e evoluam. Família é formada por laços tão profundos de amor que a morte não é capaz de rompê-los.

Por isso, existem famílias de sangue, famílias de amigos, famílias de profissionais, famílias de vizinhos, famílias de países, famílias do mundo.

Era esse o sentido das palavras de Jesus: qualquer grupo de pessoas unidas pelo bem, por amor a Deus, forma uma família ligada a Cristo; uma família que transcende os laços de sangue e se estreita no laço espiritual do amor ao próximo.

Jovem! A sua família de sangue é a sua grande oportunidade de exercitar os laços de respeito, cumplicidade, companheirismo, amizade, tolerância. Valores esses que um dia você ampliará para o seu relacionamento com os amigos, com os cônjuges, com os colegas de trabalho, com as pessoas do seu ambiente social. Dessa forma, você se tornará um cidadão do mundo, integrante da grande família espiritual que forma o nosso planeta Terra, que tem por irmão maior Jesus, ajudando a melhorar a nossa humanidade e promovendo os avanços sociais de que tanto precisamos.

Vinicius Menezes