JESUS E A SAÚDE

JESUS E A SAÚDE

18/06/2020 Juventude 0

Naquele dia, Jesus andava em meio à multidão, seguindo o chefe da sinagoga, que lhe pedira para curar a sua filha, gravemente doente. A fama de médico já havia se espalhado por toda a região, afinal Jesus curara cegos, surdos, paralíticos e doentes em geral.

Com dificuldade, eles abriam caminho por entre as pessoas, que se acotovelavam para tocarem em Jesus.

Uma dessas pessoas era uma mulher que há doze anos sofria de hemofilia. Com extrema dificuldade, fragilizada pela doença, ela aproximou-se por trás de Jesus, e esticou o braço por entre a multidão.

“Se eu somente tocar-lhe o manto, ficarei curada”, ela pensou. Com as pontas dos dedos, roçou a borda do manto que o Mestre vestia.

Nesse instante, Jesus parou de andar, voltou-se para trás e olhou para ela. Ele lhe disse:

– Tenha ânimo, filha, a sua fé te curou.

E naquele momento, a hemofilia dela sarou.

A doutrina espírita explica as curas de Jesus, não como milagres, mas como efeito da profunda mediunidade curadora que o Mestre possuía em função de sua força vibracional positiva; capacidade essa baseada em leis naturais e universais. Inclusive, a física quântica está cada dia mais próxima de comprová-las em termos científicos.

Toda doença é originada por problemas emocionais que se refletem no corpo físico. Quando se está com raiva, o coração bate descompensado. Quando se está com medo, o estômago dói. Quando se está depressivo, o cérebro diminui a atividade própria. De emoção em emoção, nos tornamos saudáveis ou doentes. Inclusive, já está provado, que o estado imunológico está intimamente ligado ao estado emocional, ou seja, quanto maior o equilíbrio emocional, melhor funciona o sistema de defesa do corpo.

Cada doença é um aviso sobre qual aspecto emocional o paciente deve se melhorar. Infelizmente, a maioria das pessoas não conseguem entrar em contato com si mesmas e se descobrirem com os seus pontos positivos e negativos.

Isso se deve ao fato de que quando se está com saúde plena, vive-se mais em busca das conquistas materiais do que emocionais e espirituais, ou seja, vive-se mais voltado ao mundo exterior do que interior. O mundo exterior, porém, é muito difícil, rude, violento, e a maioria não possui um emocional forte o suficiente para se manter equilibrado nesse enfrentamento entre os dois mundos.

Daí, por causa do mundo exterior, desestabiliza-se o mundo interior e a doença surge como forma de fazer com que a pessoa pare, reflita, fortaleça-se, mude de atitude e de pensamento, repense a própria vida, os próprios valores, conheça-se a si mesma.

O problema é que muitos se revoltam e não aproveitam os avisos que a consciência dá, já que quando se está doente é mais fácil ouvir a própria consciência.

Mas para aqueles que não se revoltam, para aqueles que conseguem ouvir a própria consciência, para aqueles que entendem o motivo pelo qual adoeceram, a dor torna-se um ensinamento. Ao encarar a doença como uma lição, o corpo físico fica apto à cura, seja ela realizada por uma intervenção médica ou por uma intervenção espiritual.

Aquela mulher hemofílica aprendeu algo com a doença. Ela precisou de doze anos para isso. Por isso que Jesus disse: a sua fé te curou. Ela própria criou as condições para que a energia espiritual de Jesus promovesse a cura.

E que energia foi essa que Jesus produziu? Foi a energia do amor. Aquele amor puro que vê a todos como irmãos, filhos do mesmo Pai que está nos céus.

O amor também cura. Cura a alma, tanto de quem ama quanto de quem é amado. Mas essa cura depende do esforço próprio de cada um em se tonar uma pessoa melhor.

Por isso Jesus curou todas aquelas pessoas que já estavam aptas a serem curadas, e resumiu toda a explicação desse texto na frase: a sua fé te curou.

Para algumas, porém, ele também acrescentou: vá e não peques mais, ou seja, vá e não cometa os mesmos erros que você cometeu para ficar doente, caso contrário, a doença voltará.

Jovem! Não espere a doença chegar para se conhecer. De tempos em tempos, pare um pouco, reflita sobre os seus pontos positivos e negativos, escute a sua própria consciência. Ela é a sua melhor amiga e aliada para qualquer decisão. Mente sã em corpo são, já dizia o provérbio milenar. Mas também não descuide dos cuidados físicos. Alimente-se bem, durma bem, não utilize drogas, exercite-se. E caso um dia fique de fato doente, não se assuste. Ouça a lição que a doença lhe trouxe. E tenha certeza que o médico Jesus poderá, sim, te curar.

Vinicius Del Ry Menezes e Álvaro Menezes

CLOSE
CLOSE